Você está em BIBLIOTECA > Base de Dados > Bibliografia básica e complementar

farmacia

  1. ADRIANA IVAMA ET AL. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: proposta.. Brasília, Organização Pan-Americana da Saúde, 2002. (VER EDIÇÃO ATUALIZADA)
  2. Anderson de Oliveira Ferreira, Guia Prático da Farmácia Magistral editora pharmabooks 2011
  3. BRASIL Parecer CNE/CP n. 8, de 03/03/2012. Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Originária da resolução CNE/CP n. 1, de 30/05/2012. Brasília, DF, 2012.
  4. BRASIL, Ministério da Saúde. O CNS e a construção do SUS: referência estratégia para melhora do      modelo de atenção à saúde. Brasilia: Editora MS, 2003.
  5. BRASIL. A fitoterapia no SUS e o programa de pesquisas de plantas medicinais de medicamentos. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. Disponível em: f
  6. BRASIL. Lei 8080/90. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde,a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. 
  7. BRASIL. Lei nº 3,820 11  novembto de 1960. Cria Conselho Federal e os Conselhos regionais de fáamácia e dá outra providências
  8. BRASIL. Lei nº 5.991, de Dezembro de 1973 Anvisa.  Dispõe sobre o controle sanitário do comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, e dá outras providências.
  9. BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Superando o racismo na escola. 2. ed. Brasília: Ministério da educação, 2005. 204 p.(número de consulta: 379.260981 S959 2. ed. / 2005) Brasília, DF, 2012.
  10. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Guia básico para farmácia hospitalar. Brasília: Ministério da Saúde, 1994
  11. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Assistência à Saúde. Instituto Nacional do Câncer. Coordenadoria de Programas de Controle do Câncer-Pro-Onco. Ações de enfermagem para o controle do câncer. 11. ed. Rio de Janeiro: 2010.
  12. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Assistência à Saúde. Instituto Nacional do Câncer. Coordenadoria de Programas de Controle do Câncer-Pro-Onco. Ações de enfermagem para o controle do câncer. 11. ed. Rio de Janeiro: 2010.
  13. BRASIL. Ministério da Saúde. Subsídios para a construção da Política Nacional de Saúde Ambiental. Brasília – DF, 2007.  
  14. BRASIL. Programa nacional de plantas medicinais e fitoterápicas. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/programa_nacional_plantas_medicinais_fitoterapicos.pdf
  15. BRASIL. Resolução nº. 1, de 17 de junho de 2004, do CNE/MEC, que “institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro- Brasileira e Africana”. Brasília, DF, 2014.
  16. BRASIL. Resolução RDC nº 306/2004 Anvisa. Dispõe sobre o regulamento técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde.
  17. BRASIL. Resolução RDC nº 492/2008 Anvisa.  Regulamenta o exercício nos serviços de saúde de atendimento pré-hospitalar na farmácia hospitalar e em outros serviços de saúde de natureza pública ou privada.
  18. BRASIL. Resolução RDC nº 67/2007.  Dispõe sobre Boas Práticas de Manipulação de Preparações Magistrais e Oficinais para Uso Humano em farmácias.
  19. BRASIL.MINISTÉRIO DA SAÚDE. O que devemos saber sobre medicamentos.Brasília: ANVISA, 2010. 
  20. BRASIL.MINISTÉRIO DA SAÚDE. O que devemos saber sobre medicamentos.Brasília: ANVISA, 2010. Disponível em: www.anvisa.gov.br
  21. CFF – CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Resolução nº 596, de 21 de FEVEREIROde 2014. Aprova o código de ética farmacêutica.
  22. CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Código de Ética da Profissão Farmacêutica, 2005.
  23. FARMACOPEIA Brasileira. 5 ed. Brasília: ANVISA, Rio de Janeiro: FIOCRUZ.
  24. FARMACOPEIA Homeopática Brasileira. 3.ed. Brasília: Comissão da Farmacopeia Brasileira, 2011. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/farmacopeiabrasileira/conteudo/3a_edicao.pdf>.
  25. KOVAR, K. A.; IDENTIFICAÇÃO DE FÁRMACOS. EDITORA PHARMABOOKS. 2010
  26. MARTINS, Heloisa H. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e pesquisa, vol.30, n2, p.289-300. 2004. Artigo online disponível
  27. O farmacêutico na assistência farmacêutica do SUS : diretrizes para ação / Fernanda Manzini…[et al.]. – Brasília: Conselho Federal de Farmácia, 2015.
  28. ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE. Consenso Brasileiro de Atenção Farmacêutica: Proposta. Brasília: OPAS, 24 p., 2002. .
  29. praticas_integrativas_complementares_plantas_medicinais_cab3
  30. programa_nacional_plantas_medicinais_fitoterapicos.
  31. Reis M.A., Saldanha J.C., Valadares J.G., e Teixeira V.P. Atlas de Citopatologia, 2004.(
  32. RIBEIRO, Vitor de Andrade. O Caminho do mercado farmacêutico no Brasil.

 

  1. SANTOS, Maria Bottino Gonçalves; PINHO Marcelo. Estratégias tecnológicas em transformação: um estudo da indústria farmacêutica brasileira. 13f. Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, 2012.
  2. seguranca_alimentar_no_contexto_da_vigilancia_sanitaria
  3. Xavier, R. M., Dora, J. M., Souza, C. F. M., Barros E. Laboratório na prática clínica: Consulta rápida. Artmed, 2010
Menu Title